Amamentação prolongada e pediatras: por que é sempre um problema?

Por Carol Valente 
Hoje me senti exatamente como ha dois anos atrás, quando fui a uma consulta de rotina na gravidez, na UBS, já decidida em parir na Casa de Parto Sapopemba, e contei para o meu médico sobre a minha decisão de parir lá. Quando eu disse isso a ele, já esperava alguma resposta nada positiva, mas, pior ainda, recebi uma piadinha: “mas você não precisa disso!”. Não preciso parir com respeito, né? preciso é de um sorinho, um cortezinho na barriga pro meu filho sair o mais rápido possível, sem direito a senti-lo saindo e me tornando mãe em ondas, como é em um parto natural.Enfim… hoje levei minha filha ao pediatra da UBS perto da minha casa, é uma nova UBS porque me mudei de casa. Levo mais para pesar e medir, porque graças a Deus ela é cheia de saúde. Mas sempre espero um apoio à amamentação, que, com 1 ano e 7 meses, ainda rola em livre demanda e com muito prazer de minha parte, e da parte dela também. Acredito que faz parte da criação de vínculo, acredito que ela ficou pouquissimas vezes doente, devido à amamentação. Mas, acima de tudo, faço porque sinto muito prazer nisso. Acho que a gente tem que fazer o que a gente gosta e se sente bem.

O que eu acho que NÃO se deveria, nunca, fazer com uma mãe, é ouvir o que o médico pediatra me disse hoje. Só de me lembrar, morro de raiva. Vim aqui escrever pra colocar minha raiva pra fora.

Quando entrei na sala, ele olhou pra mim e já perguntou: “você amamenta, né?”. Eu disse, “sim”.

E então ele disse: “pode parar de amamentar, viu? desse jeito o crescimento dela vai ficar afetado. ELa vai parar de comer, sabia? Pode parar já. OLha, fica tranquila, é fácil desmamar, é só ficar 7 dias recusando o peito, ela vai chorar, mas logo passa, viu??”.

Fiquei meio perplexa, sem falar nada. Pensei, no meio das baboseiras que ele falava, em dizer: “e se eu achar melhor continuar amamentando?”, mas depois pensei que estou em uma Instituição, mesmo sendo pública. Não vai adiantar nada bater boca com alguem que sem me perguntar mais nada, antes de qualquer coisa, já disse para tirar o peito. E confesso, ando meio sem paciência, sem energia, pra bater boca. Se estivesse legal, sentaria, e conversaria calmamente sobre os pros da amamentação, mas eu to querendo é distancia do que me faz mal. Acima de tudo. Mas também acho que não justifica sair batendo boca, então fiquei quieta. Só, nunca mais, volto nesse cara.

Por mim, to tranqüila, porque tenho acesso a informação, sei que o que mais importa é seguir meus instintos, me sinto acolhida pela Rede Materna de Amor. Mas, o que de verdade me deixa muito, muito triste, é pensar que uma mulher que não tem acesso a informação, que pensa que médicos são Deuses, que precisa falar “amém” para tudo o que eles falam, não irá questionar se este mesmo médico falar as mesmas coisas, irá na hora parar de amamentar, e deixar de fazer algo que gosta, que é bom para si e bom para o seu filho. Penso, quem deu pra esse cara o direito de intervir desta forma? quem ele pensa que é? me dá vontade de denunciar um medico desse, é um profundo desrespeito com a mulher, com seus instintos maternos, e é de uma prepotência absurda.

Me senti violentada, como me senti violentada no momento em que meu ginecologista não respeitou a minha opinião, nem quis conversar, se fechou totalmente e não quis me ouvir. Este pediatra se portou da mesma forma e desta forma me sinto cada vez mais parte da luta pela humanização do nascimento, do pós parto e da criação dos nossos filhos. E sim, pelo SUS! Porque é de graça que as coisas têm que ser. É o mínimo, não? Respeito os particulares, mas quero mesmo é que o respeito seja direito de todos, sem distinção de classe social.

E bora marchar. Temos muito pela frente…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s