Sobre despir-se de padrões e respeitar o tempo. O sábio tempo.

Acervo pessoal.

Acervo pessoal.

Tempo.
Tempo, tempo, tempo, tempo.
Tambor de todos os ritmos.
(Caetano Veloso)

Aprendi que ter meu tempo respeitado, é ouro.
Traz o que é natural e espontaneo.
Traz o que deve ser, na hora em que deve ser.
Respeitando meu tempo, entendi os processos da vida e seus ciclos naturais. Entendi que uma coisa tem, de verdade, começo, meio e fim. E quando acaba, acaba.

O mais dificil é, no meio do mundo “moderno”, tecnológico, entendermos a importancia dessa palavra. Termos esse “relogio natural”, ouvirmos a nossa intuição, sem a intervenção de fora. Acredito que esse seja nosso maior desafio nos dias de hoje.

Quero respeitar os tempos da minha filha, assim como a vida me respeitou quanto à maternidade. Eu fui mãe na hora certa e tenho vivido meus processos de forma natural e intuitiva. Pari naturalmente, sem intervenções. Foi um parto muito tranquilo. Parei de amamentar apenas quando me senti mal, quando estava me incomodando. Aos 3 anos. Lili respondeu prontamente, entendeu, e o desmame foi muito tranquilo.

Ela ainda não desfraldou, aos três anos e meio, apesar de nem perceber que consegue ficar sem sujar a fralda por várias horas. Ela ainda está apegada à fralda, precisa dela e pede por ela. Por um tempo pensei em ir tirando, mas ela de fato está apegada e pede. Decidi que irei esperar o tempo dela, de desfraldar. E também de falar todas as frases. Ela ainda está no processo de fala, não é uma matraca como tantas outras crianças que vejo na mesma idade dela. Ela é muito observadora. Fica bem sozinha, brinca sozinha, mas fica bem com outras crianças também.

O mundo já tem tanta pressa de tudo. De trabalho, do dia a dia, a pressa aparece até nas redes sociais, onde ha a falsa ideia de que temos o controle sobre as coisas. Eu não vou apressa-la para desfraldar, nem para falar tudo. E vou procurar, sempre, respeitar ao máximo o tempo dela em todos os processos de desenvolvimento. Porque o poder do tempo é imenso. Ele cura, ele resgata, ele cuida. Eu confio no tempo. E confio na minha intuição de mãe.

E os padrões, que fiquem em seu canto. Não quero padrões. Quero vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s