Por onde meus pés caminham.

3960407759_28a0316e8b_z

Com o tempo fui entendendo que sempre tive um lado, mas eu achava que todos estavam obviamente do mesmo lado que eu.

Daí fui observando e aquietando… conversando e tentando entender. Hoje vejo que minha escolha sempre foi pelas pessoas menos privilegiadas. E sempre achei que todos pensavam assim também, mas não é bem assim.

Minha turma está na turma que pensa nos direitos das mulheres – e não apenas no parto humanizado (porque essa expressão eu já entendi que pode ter várias interpretações), está junto das pessoas que pensam os direitos de quem não tem direito nenhum. Ou que conquistou os que tem hoje com muita luta, quando, em alguns momentos, o governo priorizou quem não tem dinheiro, quem não é dono de grandes empresas, quem não ganha dinheiro as custas dos outros, quem tem um trabalho autônomo e luta pela sua real autonomia.

Se você coloca o lucro em primeiro lugar, ou mesmo se você pensa em lucrar em cima das dores dos outros, já digo logo: não me procure, porque esta não é a minha praia.

Falo isso como educadora, jornalista, doula, whatever. Sim, eu tenho todas essas profissões – mas em pouquíssimos momentos me vi útil em um espaço que é particular.

MINHA visão – não estou dizendo que sou a dona da razão, apenas que este é o MEU jeito de enxergar a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s